Em Guaraí, Polícia Civil prende em flagrante homem suspeito de praticar homicídio durante cavalgada na cidade

Além do homicídio, o homem também foi autuado por dano ao patrimônio público, lesão corporal e ameaça.

 

 

Na noite do último domingo, 16, a Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), por meio da 7ª Central de Atendimento da Polícia Civil de Guaraí, prendeu em flagrante delito, um homem de 32 anos, o qual é suspeito de praticar os crimes de homicídio, dano ao patrimônio público, lesão corporal e ameaça.

 

Conforme explica o delegado Antonione Wandré, responsável pelo caso, os crimes aconteceram em uma sequência de fatos, durante uma confusão generalizada nas imediações da praça da Prefeitura de Guaraí, onde era realizada uma festa da cavalgada da cidade. “Já no momento da desmobilização dos eventos públicos ocorridos na cidade, um indivíduo de posse de uma faca passou a desferir golpes em outras pessoas que estavam no local. Uma das vítimas, um homem de 32 anos, foi lesionado nas costas e outro homem de 21 anos foi atingido na coxa (região femoral)”, disse o delegado.

 

As vítimas foram levadas ao Hospital Regional de Guaraí, mas apesar dos esforços da equipe médica da unidade de saúde, o homem de 32 anos, acabou não resistindo à gravidade dos ferimentos e faleceu.

 

Tentativa de invasão ao hospital 

 

O delegado ressalta ainda que quando as vítimas estavam sendo atendidas na unidade hospitalar, o autor dos crimes citados foi até o local e tentou invadir o hospital, no sentido de atentar novamente contra a vida de uma das vítimas, momento em que também agrediu fisicamente uma enfermeira, servidora do hospital.

 

“Porém, ao ser interrogado, o homem negou ter desferido o golpe fatal que atingiu a vítima que acabou indo a óbito e afirmou que não tentou invadir o hospital para efetuar golpes de faca em uma das vítimas, mas que somente teria ido até o local, a fim de agilizar o atendimento a outra vítima, que é seu irmão, e que também foi lesionada durante a confusão”, disse o delegado.

 

De imediato, após tomar conhecimento dos fatos, a equipe de policiais civis que estava de plantão da 7ª C.A.P.C de Guaraí foi até o hospital, onde após levantamentos identificaram e efetuaram a captura do suposto autor. Preso, o indivíduo de 32 anos, foi conduzido até a sede da 7ª C.A.P.C, e após a realização dos procedimentos legais cabíveis, foi recolhido à Unidade Penal Regional de Guaraí, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

 

Ao comentar o caso, o delegado Antonione Wandré pontuou que diante de crimes graves, a resposta da Polícia Civil foi satisfatória, sendo possível efetuar a identificação e captura do principal suspeito pelo crime, menos de um ahora após a prática dos delitos.

 

“A prisão desse indivíduo traz mais paz e tranquilidade a toda a população de Guaraí, uma vez que os crimes em sequência praticados por ele, levaram pânico às pessoas que participavam do evento público na região central da cidade. Além disso, não satisfeito, o homem ainda teve a audácia de tentar invadir um hospital público, o que acabou gerando pânico entre os servidores e pacientes do local. Agora preso, ele deverá responder pela sequência de crimes os quais é apontado de praticar”, disse a autoridade policial.

Não perca nenhuma notícia importante. Assine nossa newsletter.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Últimas notícias

Recomendações

Patrocinado

plugins premium WordPress

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você está ciente dessa funcionalidade. Consulte nossa Política de Privacidade.