Governador em exercício recebe empresários interessados em operar na hidrovia Tocantins-Araguaia

Durante a reunião, foi apresentado um grupo de empresários interessados em operar na hidrovia e a expectativa de entrada em operação do Porto de Praia Norte.

O governador em exercício do Tocantins, Amélio Cayres, recebeu nesta quarta-feira, 26, no Palácio Araguaia Governador José Wilson Siqueira Campos, o presidente da empresa Porto Praia Norte, Klaus Weyand; e a diretora-executiva Sandra Kramer, que estavam acompanhados de empresários parceiros interessados em operar na empresa tocantinense no norte do Estado.

O objetivo foi apresentar ao Governo do Tocantins a previsão das operações do Porto de Praia Norte, bem como os parceiros de navegação, a implantação do terminal de granéis líquidos (combustíveis) e do terminal de granéis sólidos (grãos e farelo de soja), entre outras pautas.

O governador em exercício Amélio Cayres destacou a satisfação em receber o grupo de empresários e a expectativa da entrada em operação do Porto de Praia Norte. “Foi uma reunião muito importante, haja vista que se trata de um empreendimento que estava parado por questões de navegabilidade no Pedral do Lourenço, mas que agora estão viabilizando uma forma de contornar essa questão. O importante é que esse retorno dá confiança ao Governo e aos munícipes”, pontuou.

Presente na reunião, o secretário de Estado da Indústria, Comércio e Serviços, Carlos Humberto Lima, ressaltou que a ocasião foi bastante produtiva, porque foi possível ouvir as demandas dos empresários no que diz respeito ao que pode ser feito pelo Governo do Tocantins para viabilizar a instalação dos armazéns no Porto de Praia Norte e de balsas para o transporte de minérios. “Então a gente estima que em um curto espaço de tempo nós vamos iniciar as operações no Porto de Praia Norte”, enfatizou.

O diretor comercial da empresa Cidade Transportes, de Manaus, Silvio Maia, que também participou da reunião, explicou que a empresa está empenhada em se estabelecer no Porto de Praia Norte para trazer mercadorias, insumos e outros produtos. “A gente pretende desenvolver um projeto para navegar em um período de cinco a seis meses. Trabalhamos com combustíveis, fertilizantes e grãos. Então, vamos estudar o modelo de negócio para executar uma viagem experimental, para dar a sazonalidade constante dessa operação”, explicou o diretor, salientando que o investimento inicial gira em torno de R$ 4 milhões, mas que o movimento futuro deve ser de R$ 150 a R$ 200 milhões em investimento para operar na hidrovia e fazer o escoamento da produção, que vai descer até Barcarena/PA  para exportação.

Também participaram da reunião o secretário de Estado da Fazenda, Júlio Edstron; além do vice-presidente do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), José Aníbal Rodrigues.

Porto de Praia Norte

O Porto é um empreendimento privado, localizado no município de Praia Norte, em uma área de 744 mil m², no extremo norte do Tocantins. É o primeiro porto fluvial interestadual como estação de transbordo de cargas com papel estratégico no fluxo logístico do país, ligando o Estado ao Oceano Atlântico. Por meio do serviço de navegação no trecho Manaus x Praia Norte, é possível receber, numa rota mais curta, produtos do Polo Industrial de Manaus para as regiões Nordeste, Sul e Sudeste do Brasil; e no trecho Praia Norte x Belém (e vice-versa), ocorre o fluxo de carga para exportação de grãos e importação de insumos.

Não perca nenhuma notícia importante. Assine nossa newsletter.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas notícias

Recomendações

Patrocinado

plugins premium WordPress

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você está ciente dessa funcionalidade. Consulte nossa Política de Privacidade.