Putin afirma que acordo entre Rússia e Coreia do Norte implica ajuda mútua em caso de ‘agressão’

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou nesta quarta-feira que o tratado de associação estratégica assinado com a Coreia do Norte inclui um pacto de assistência mútua em caso de agressão, uma mensagem claramente direcionada às potências ocidentais.

“O tratado de associação global assinado hoje prevê, entre outras coisas, uma assistência mútua em caso de agressão a uma parte do tratado”, declarou Putin em Pyongyang.

O acordo é um “documento autenticamente revolucionário”, destacou, antes de afirmar que a Rússia “não descarta uma cooperação militar-técnica” com a Coreia do Norte.

“Rússia e Coreia têm uma política externa independente e não aceitam a linguagem da chantagem por parte do Ocidente”, afirmou Putin à imprensa depois de assinar o tratado com Kim Jong Un, o dirigente norte-coreano.

Kim Jong Un, que recebeu o presidente russo em Pyongyang, afirmou que o acordo de assistência mútua é de natureza “defensiva”, segundo as agências de notícias russas, e chamou Putin de “melhor amigo” da Coreia do Norte.

Não perca nenhuma notícia importante. Assine nossa newsletter.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas notícias

Recomendações

Patrocinado

plugins premium WordPress

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você está ciente dessa funcionalidade. Consulte nossa Política de Privacidade.