Queijo de cabra: startup impulsiona comercialização no Nordeste

Região possui 11 milhões dos 14 milhões de caprinos do país, segundo o IBGE, e é destaque na produção e rentabilidade de produtos caprinos.

A produção de leite de cabra e seus derivados têm registrado um crescimento significativo no Brasil, especialmente no Nordeste. Esse aumento é impulsionado pela demanda de pessoas alérgicas ao leite de vaca, que buscam alternativas nutricionais.

O Nordeste, que abriga 11 milhões dos 14 milhões de caprinos do país, segundo o IBGE, é destaque na produção e rentabilidade da caprinocultura, com o queijo de cabra emergindo como um dos derivados mais saborosos e rentáveis.

Agricultura familiar e cooperativa

No município de Uauá, no sertão da Bahia, a produção de leite de cabra é dominada pela agricultura familiar. Os caprinocultores locais se organizaram em cooperativa para melhorar a comercialização de seu principal produto: o queijo de cabra.

Para impulsionar esse processo, a startup Polvo Lab, liderada pelas empresárias Ana Maria Diniz e Gabi Marques, tem fornecido suporte, marketing e logística para agregar valor ao produto. O apoio visa aumentar a renda das cerca de 40 famílias da Cooperativa Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá (Coopercuc).

Incremento na produção e rentabilidade

Os cooperados têm capacidade produtiva de 35 toneladas de queijo por ano, com a possibilidade de aumentar a renda direta das famílias em até 14% após a maturação do processo de produção, afirma Saulo Augusto, cientista social e responsável pela área de impacto socioambiental do Polvo Lab.

“Nosso objetivo é promover impacto positivo na rentabilidade desses produtores, valorizando suas cabras como uma poderosa fonte de renda e transformação, além de fornecer capacitação, padronização da produção, melhoria genética e conectar a cooperativa aos principais varejistas”, diz .

Oportunidades de negócio

Atualmente, as oportunidades de negócio estão concentradas principalmente na Bahia. A Polvo Lab trabalha para tornar o queijo de cabra conhecido e valorizado localmente antes de expandir para varejistas em todo o país, sempre gerando valor e renda para os produtores de Uauá e região.

Além do queijo, o leite de cabra pode ser utilizado para produzir manteiga, iogurte, sorvete e produtos de beleza, embora sua exploração ainda seja limitada no Brasil.

Propriedades nutricionais

O leite de cabra é uma excelente fonte de cálcio e proteínas, beneficiando a nutrição de crianças, adolescentes e idosos. Segundo a nutricionista Valéria Paschoal, da Polvo Lab, esses alimentos são recomendados para o consumo diário devido ao seu alto valor nutricional e fácil digestão, graças ao menor tamanho dos glóbulos de gordura.

O leite de cabra também ajuda a prevenir doenças ósseas, é rico em vitamina A, melhora o funcionamento do coração e fortalece o sistema imunológico devido ao seu elevado teor de selênio.

Não perca nenhuma notícia importante. Assine nossa newsletter.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Últimas notícias

Recomendações

Patrocinado

plugins premium WordPress

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você está ciente dessa funcionalidade. Consulte nossa Política de Privacidade.