SES-TO celebra o Dia da Vacina BCG, que protege contra a tuberculose

A vacina é dose única e faz parte do Calendário Básico de Vacinação.

 

 

A Secretaria de Estado da Saúde do Tocantins (SES-TO) celebra o Dia da Vacina BCG, na segunda-feira, 1º de julho. O imunizante nomeado como Bacilo de Calmette e Guérin (BCG), é em homenagem aos franceses Léon Calmette e Alphonse Guérin, que criaram em 01 de julho de 1921 a vacina, com objetivo de prevenir a população contra a doença contagiosa tuberculose, causada pela bactéria Mycobacterium tuberculosis, que afeta prioritariamente os pulmões.

A vacina BCG previne contra as formas graves da tuberculose (meníngea e miliar) e é feita com o bacilo de Calmette-Guérin, uma forma enfraquecida da bactéria que causa a tuberculose, também contém glutamato de sódio e solução fisiológica. Em 1976, o Ministério da Saúde (MS) tornou obrigatória sua administração às crianças brasileiras. Atualmente o imunizante faz parte do Calendário Básico de Vacinação e deve ser tomada preferencialmente uma dose única ao nascer, ou até quatro anos de idade, se a criança nunca tiver sido vacinada.

“A vacina BCG faz parte do Calendário Básico de Vacinação e deve ser administrada o mais precocemente possível, de preferência antes de o bebê deixar a maternidade. É importante destacar que, para os recém-nascidos receberem a vacina, eles devem apresentar um peso igual ou maior que dois quilos e estarem em perfeitas condições de saúde. A vacina é disponibilizada para crianças de até quatro anos, 11 meses e 29 dias e também é indicada para contatos intradomiciliares de pacientes com hanseníase”, afirmou a gerente de Imunização da SES-TO, Diandra Sena.

A gerente acrescentou que, “a BCG é importante na prevenção de formas graves de tuberculose, como a tuberculose miliar e a meningite tuberculosa. No que diz respeito à tuberculose pulmonar, estudos indicam que sua efetividade é variada, indo de 0 a 80%. Essa variação na proteção está relacionada a diferentes fatores, tais como a variabilidade da vacina devido à utilização de diferentes cepas e exposição às microbactérias ambientais”, ressaltou a gerente.

Geralmente a vacina BCG deixa uma cicatriz de até 1 cm de diâmetro no braço direito. A reação inclui uma mancha vermelha que evolui para uma pequena ferida e eventualmente cicatriza, não requerem medicamentos ou curativos. A vacina é disponibilizada gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e também é indicada para pessoas de qualquer idade que convivem com portadores de hanseníase.

Dados

Dados da Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS) atualizados até o dia 31/12/2023, apontam que no Tocantins em 2022, a BCG alcançou em (120,44%) a cobertura vacinal para crianças menores de um ano de idade. No ano de 2023, a cobertura vacinal da BCG para menores de um ano foi (90,97%), sendo aplicadas 21.052 vacinas.

Não perca nenhuma notícia importante. Assine nossa newsletter.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas notícias

Recomendações

Patrocinado

plugins premium WordPress

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você está ciente dessa funcionalidade. Consulte nossa Política de Privacidade.