Boi: preços seguem reagindo no Centro-Sul com escalas mais curtas

Exportações em ótimo nível e desvalorização cambial motivam continuidade do movimento de recuperação dos preços da arroba, diz analista.

O mercado físico do boi gordo segue registrando algumas negociações acimas das referências médias, em especial em São Paulo, Minas Gerais e Goiás.

As escalas de abate também apertam no Mato Grosso do Sul, sugerindo que o estado pode conviver com recuperação de preços da arroba nos próximos dias.

Já o quadro deflagrado na Região Norte ainda é de exceção, com frigoríficos muito bem escalados e exercendo pressão sobre o mercado, pois a oferta de boiadas ainda é relevante na região.

“Exportações em ótimo nível e desvalorização cambial são dois aspectos fundamentais para que haja continuidade do movimento de recuperação dos preços da arroba ao longo do mês de julho”, diz o analista da consultoria Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias.

Carne bovina

O atacado segue com melhores expectativas para o próximo período de virada de mês, com a entrada dos salários na economia motivando a reposição entre atacado e varejo. Em um mês de junho apático de preços lateralizados houve ganho de competitividade da carne bovina em relação as proteínas concorrentes, em especial se comparado a carne de frango, disse Iglesias.

O quarto traseiro ainda é precificado a R$ 17,00 por quilo. A ponta de agulha segue precificada a R$ 12,50 por quilo. O quarto dianteiro permanece no patamar de R$ 12,50, por quilo.

Câmbio

O dólar comercial encerrou a sessão em alta de 1,17%, sendo negociado a R$ 5,4548 para venda e a R$ 5,4528 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,4059 e a máxima de R$ 5,4563.

Não perca nenhuma notícia importante. Assine nossa newsletter.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas notícias

Recomendações

Patrocinado

plugins premium WordPress

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você está ciente dessa funcionalidade. Consulte nossa Política de Privacidade.