Em Portugal, governador Wanderlei Barbosa participa do Fórum de Lisboa para debater globalização

Evento teve início nesta quarta-feira, 26, e visa traçar um panorama da relação entre os principais aspectos associados à gestão pública e à democracia.
O governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa, participa, nesta quarta-feira, 26, da 12° edição do Fórum Jurídico de Lisboa, que segue até esta sexta-feira, 28, em Portugal.
Participam também do Fórum a primeira-dama e secretária extraordinária de Participações Sociais do Tocantins, Karynne Sottero, o procurador-geral do Estado, Kledson Moura, e o chefe de gabinete do Governador, Marcos Camilo.
O evento tem como objetivo traçar um panorama da relação entre os principais aspectos associados à gestão pública e à democracia. Este ano, o tema do fórum é “Avanços e recuos da globalização e as novas fronteiras: transformações jurídicas, políticas, econômicas, socioambientais e digitais”.
Durante a abertura oficial do Fórum, o governador Wanderlei Barbosa prestigiou o painel liderado por José Pedro Aguiar Branco, presidente da Assembleia da República Portuguesa; Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados da República Federativa do Brasil; e Gilmar Mendes, ministro do Supremo Tribunal Federal do Brasil.
O governador Wanderlei Barbosa ressalta que o encontro reflete diretamente nas principais questões que envolvem o Estado, como meio ambiente, segurança, saúde e as transformações jurídicas. “Hoje nós estamos reunidos com gestores, especialistas, autoridades e representantes da sociedade civil organizada do Brasil, da Europa e de vários países. É uma oportunidade única para dialogar e compreender os principais desafios no mundo atual”, conclui.
O procurador-geral do Estado, Kledson Moura, reforça que a participação do Governo do Tocantins reflete diretamente nos debates de grandes questões jurídicas no Estado. “Pelo segundo ano consecutivo, o Governo do Tocantins está presente no maior encontro jurídico da Europa para melhor compreensão dos impactos socioeconômicos gerados pelo avanço tecnológico, juntamente com as mudanças sociais e digitais”.
O chefe de Gabinete do Governador, Marcos Camilo, destaca que o Fórum de Lisboa é uma oportunidade para ampliar os conhecimentos jurídicos voltados para o Estado e para as instituições. “Nosso principal desafio aqui hoje é conhecer as necessidades e responsabilidades legais que os países enfrentam, e também a compreensão simultânea dos nossos direitos e obrigações perante a lei”, explica Marcos Camilo.
Fórum Jurídico
O Fórum Jurídico de Lisboa chega à sua 12° edição em 2024. Organizado pelo Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP), pelo Lisbon Public Law Research Centre (LPL) da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, e pelo Centro de Inovação, Administração e Pesquisa do Judiciário (FGV).
Acadêmicos, gestores, especialistas, autoridades e representantes da sociedade civil organizada, do Brasil e da Europa, estarão reunidos na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (FDUL), em Portugal, para dialogar sobre como a globalização tem impactado as relações entre estados, instituições, empresas e povos.
O Fórum ocorre anualmente com o intuito de debater questões que desafiam o Estado contemporâneo. Em sua 12° edição, será abordado um panorama sobre como a globalização tem sido fomentada ou desestimulada em alguns campos, os motivos para isso e os impactos no Brasil e na Europa. Com temáticas transversais, busca-se maior compreensão sobre os desafios que se colocam no mundo atual, como meio ambiente, segurança, saúde, imigração.

Não perca nenhuma notícia importante. Assine nossa newsletter.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas notícias

Recomendações

Patrocinado

plugins premium WordPress

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você está ciente dessa funcionalidade. Consulte nossa Política de Privacidade.